Diretoria do Sincofarma Minas Gerais aprova contas e debate outros temas de interesse do setor

NOTÍCIAS

OFERECIDAS PELO SINCOFARMA MINAS GERAIS


Diretoria do Sincofarma Minas Gerais aprova contas e debate outros temas de interesse do setor

O Sincofarma Minas Gerais realizou Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária nesta quarta-feira, 15 de julho, para avaliar as contas relativas ao exercício de 2019 e se posicionar diante das exigências trazidas pela pandemia do novo coronavírus. Confira um resumo do que foi tratado na reunião, realizada de forma remota: 

Contas aprovadas 

A assembleia contou com a participação de todos os diretores, que aprovaram o relatório de contas do exercício passado e as propostas de reajuste que serão levadas à negociação com os representantes dos farmacêuticos e práticos. 

Programa Regularize 

Foi também debatida a possibilidade de o contribuinte mineiro requerer o parcelamento de saldo remanescente de débito tributário, conforme previsto no Programa Regularize, do governo estadual. O prazo para aderir ao programa vai até 31 de agosto. 

PL 1442/2019 

Outro tema tratado foi o Projeto de Lei 1442/2019, de autoria da deputada estadual Ana Paula Siqueira (Rede), que pretende estabelecer um piso salarial para o farmacêutico.  

O advogado da Fecomércio-MG Marcelo Nogueira, reforçou a importância de que o Sindicato seja o órgão responsável pela negociação com os colaboradores e pelo estabelecimento de pisos e tetos, para conferir maior segurança jurídica ao processo, já que a Convenção Coletiva de Trabalho tem força de lei depois de assinada por ambas as partes. O projeto tramita na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. 

Coronavírus 

A pandemia gerou uma série de novos procedimentos e protocolos a serem seguidos pelas farmácias. Houve orientações a esse respeito e também quanto à publicidade dos testes rápidos para detecção da Covid-19. 

Para mais informações e em caso de possíveis dúvidas, entre em contato com a nossa equipe.