Consumidor retorna às compras presenciais, mas não abandona o e-commerce

Depois de um período de dois anos de pandemia de coronavírus e após a aplicação da segunda dose de imunizante contra a doença na grande maioria da população brasileira, as pessoas já se sentem mais seguras para sair de casa, seja para trabalhar, passear ou consumir.

Mesmo com a popularização das compras pela internet, é importante ressaltar que ainda existem muitas pessoas que não abrem mão de “ver com as mãos” antes de finalizar uma compra.

Segundo dados de um estudo da Dunnhumby Brasil, empresa voltada à Ciência de Dados do Consumidor, o consumo em lojas físicas, após as medidas de flexibilização voltaram a ser predominantes, representando atualmente 60% contra 40% do e-commerce.

Assim sendo, é muito importante que a sua farmácia ofereça as comodidades e as facilidades das compras online mas também invista pesado na loja física,  com produtos diferenciados, preços atrativos e um atendimento sempre atencioso.

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Veja outras notícias

Notícias

Anvisa aprova novo medicamento contra o HIV

Um novo medicamento, originado da combinação das substâncias lamivudina e dolutegravir sódico, usados no tratamento do vírus HIV teve o seu uso recentemente aprovado pela