Estudo mostra que quase 90% dos consumidores não pesquisam os preços dos remédios antes da compra


Um estudo acerca do comportamento dos consumidores realizado pelo Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Corporativa (IFEPEC) em parceria com a Unicamp, e que envolveu 4 mil participantes em todo o território nacional, joga luz sobre o comércio varejista farmacêutico e o comportamento de seus consumidores.

Conforme constatado pela pesquisa, os dados demonstram que muito embora grande parte dos consumidores, 75,4%, considerem o preço dos medicamentos um fator primordial na hora da compra, apenas 12,6% realizam uma pesquisa antes de adquirir seus remédios em uma determinada farmácia.

Outra informação relevante é que, segundo este estudo, o gasto médio per capita neste grupo foi de R$54,01.

Levantamentos como este servem para avaliarmos as recorrentes mudanças de comportamento dos consumidores no mercado varejista farmacêutico e com isso traçar estratégias muito mais eficazes.

Programa de Qualificação de Fornecedores de matéria-prima.


Atualização sobre aquisição e renovação de relatórios

Devido à pandemia da Covid-19 e ao agravamento dos índices de contaminação pela doença, estão suspensas momentaneamente as auditorias do Programa de Qualificação de Fornecedores de matéria-prima do Sincofarma Minas Gerais.

Pensando na segurança de nossos colaboradores e em virtude da dificuldade de agendamento de visitas técnicas, decidimos que no momento o melhor seria adiar a renovação e aquisição de novos relatórios qualificadores. 

Contudo, cabe ressaltar que o Sincofarma MG tem a disposição de nossos representados, atualmente, os oito relatórios discriminados abaixo:

  • GAMMA COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA
  • NUTRIFARM DO BRASIL IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA
  • SM EMPREENDIMENTOS FARMACÊUTICOS LTDA. (FAGRON – SP)
  • EMFAL – EMPRESA FORNECEDORA DE ÁLCOOL LTDA.
  • DISTRIBUIDORA ELY MARTINS LTDA.
  • GLÓBULUS INERTIS HOMEOPÁTICOS LTDA.
  • LABORATÓRIO SCHRAIBMANN LTDA.
  • H&N HOMEOPATIA E PRODUTOS NATURAIS LTDA.

Para mais informações, fale com a nossa equipe!

Live Fecomércio MG – Parcelamento do ICMS


Amanhã, dia 20/07, tem Live no canal da Fecomércio MG no youtube

Tema: Parcelamento do ICMS por meio do Recomeça Minas

Fique atento a esta dica do Sincofarma! Amanhã, dia 20/07, às 18 horas tem uma Live no canal da Fecomércio MG no Youtube que irá tratar do parcelamento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) por meio do programa de regularização de dívidas do estado, o Recomeça Minas.

No evento online e gratuito estarão presentes o consultor jurídico tributário e legislativo da Federação, Marcelo Morais, e o superintendente da Superintendência de Crédito e Cobrança (Sucred), Leonardo Guerra.

Intitulada “Saiba como sua micro ou pequena empresa pode fazer o parcelamento de ICMS pelo Recomeça Minas” a live é uma ótima opção para você que quer entender melhor o programa e/ou pretende regularizar a sua situação do jeito mais fácil. 

Conforme decisão da Anvisa vacina da Pfizer poderá ser aplicada em crianças a partir dos 12 anos


A vacina da Pfizer foi a primeira a receber o registro definitivo para vacinas Covid-19 no Brasil e é a única do país indicada para menores de 18 anos. Antes a bula do imunizante indicava a aplicação para pessoas com 16 anos ou mais e agora também contemplará crianças a partir dos 12 anos.

Esta decisão foi tomada com base em estudos realizados pelo laboratório fora do Brasil e avaliados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e que indicaram a segurança e eficácia da vacina para este grupo etário.

https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2021-06/anvisa-autoriza-vacina-da-pfizer-para-criancas-partir-de-12-anos

Aplicativo desenvolvido pela farmacêutica Sanofi auxilia no controle do diabetes


Um aplicativo desenvolvido no final do último ano pela empresa francesa do ramo farmacêutico Sanofi, auxilia pacientes diagnosticados com diabetes a estabelecer uma melhor rotina de hábitos para o monitoramento da glicemia, da alimentação e da aplicação de insulina.

Disponível para sistemas Android e IOS, o aplicativo é simples, intuitivo e bastante funcional. Por meio do aplicativo, além de poder compartilhar os seus dados com o seu médico, é possível registrar índices glicêmicos, automatizar todas as etapas para a realização do cálculo de dose de insulina e várias outras funcionalidades.

Se você ou alguém da sua família tem diabetes, vale a pena conhecer o aplicativo, acesse a loja virtual do seu smartphone e aproveite!

Fonte

Anvisa dá aval e novo canabidiol chega às farmácias brasileiras a partir de julho


A Nunatare, empresa fundada por empresários brasileiros e americanos e que atua no cultivo e processamento de cânhamo feminizado, com sede localizada no estado do Colorado, nos Estados Unidos, recebeu autorização para produzir e comercializar o canabidiol em farmácias brasileiras a partir de julho.

Antes desta decisão, a farmacêutica Prati-Donaduzzi era a única a produzir e comercializar o medicamento no Brasil, com um preço em média de R$2.300 o frasco com 6.000 mg de canabidiol isolado.

Usado para o tratamento e alívio de sintomas dos mais variados tipos de doença, de epilepsia severa a fibromialgia, a Anvisa aceita pedidos de autorização para a comercialização do canabidiol desde dezembro de 2019.

Agora, com a entrada deste novo player no mercado brasileiro, a expectativa das pessoas que necessitam do canabidiol, é de que devido à concorrência nas prateleiras, o preço possa ficar mais acessível.

fonte: https://exame.com/negocios/com-aval-da-anvisa-novo-canabidiol-chega-em-julho-as-farmacias/

Ministério da saúde inclui gestantes e puérperas no grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19


O Ministério da Saúde incluiu, no último dia 26 de abril, gestantes e puérperas no grupo prioritário para a vacinação contra o novo coronavírus.

No início do mês o governo havia incluído as gestantes em comorbidades, mas agora, devido ao aumento no número de mulheres grávidas hospitalizadas em decorrência da doença e levando em consideração a recomendação da OMS de custo x benefício,  a vacinação em gestantes se tornou prioridade no Brasil.

Em audiência no último dia 27 na Câmara dos Deputados, a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, Franciele Francinato, informou que a previsão é de que a vacinação comece a partir da primeira quinzena de maio. Ainda conforme a coordenadora, serão usadas as vacinas Coronavac e Pfizer.

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2021-04/ministerio-da-saude-inclui-gravidas-no-grupo-prioritario-de-vacinacao

Lei publicada no Diário Oficial da União garante facilidade de acesso a exames, prescrições e internação de gestantes e puérperas


A lei nº 14.152, de 19 de maio de 2021, estende o prazo de prescrições médicas, de pedidos de exames complementares e também facilita o acesso e internação em leitos de UTI para gestantes e puérperas enquanto perdurar a pandemia de Covid 19.

Em vigor desde a data da sua publicação, a lei garante, até a declaração oficial do término da emergência da saúde pública em decorrência da pandemia no Brasil, que mulheres gestantes e puérperas, tenham prescrições médicas e pedidos para a realização de exames diagnósticos complementares no período do pré-natal e do puerpério, a critério do médico, ser válidos durante todo o período da gravidez e/ou do puerpério, podendo também ser utilizados formulários em meio eletrônico.

Além disso, a lei 14.152 estende o prazo de validade de prescrições médicas e de pedidos médicos para a realização de exames, assim como dispõe sobre o acesso facilitado a cuidados intensivos e à internação em leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) durante a pandemia.

Para saber mais acesse: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/lei-n-14.152-de-19-de-maio-de-2021-321202994

Anvisa aprova uso emergencial de novo medicamento contra a Covid-19


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, no último dia 20 de abril, o uso emergencial do Regn-Cov2, coquetel de medicamentos para tratamento da Covid-19 indicado para pacientes hospitalizados e com maiores chances de necessitar de oxigenação.

Resultando da combinação dos fármacos casirivimabe e imdevimabe, o Regn-Cov2 é um medicamento experimental desenvolvido pela farmacêutica suíça Roche em parceria com a empresa de biotecnologia americana Regeneron.

O coquetel tem capacidade de atuar em ligação com a coroa do vírus, impedindo desta forma a penetração em células sadias e dificultando a replicação do material genético maléfico, o que controla a doença.

Conforme especificado pela Anvisa, a substância será de uso exclusivo para hospitais. Além disso cabe o alerta, este medicamento não é recomendado para uso preventivo ou precoce.

Cresceu o número de farmácias no Brasil em 2020


Pesquisa realizada pela Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias) revela a expansão no número de comércios farmacêuticos no último ano no Brasil.

O maior volume registrado desde 2018, se baseia segundo o estudo, no comportamento das pessoas que passaram a valorizar e se preocupar cada vez mais com a saúde. O principal motivo para esta mudança, como não poderia deixar de ser, é a pandemia de coronavírus e o impacto que ela provocou em cada um de nós.

Ainda segundo o estudo, a previsão é de que durante este ano de 2021 o número de abertura de novas farmácias e drogarias continue em alta.

Fonte: Site Abrafarma -> informações ->  números Abrafarma https://dedddc6a-a78f-4ab9-a66f-7e257251578b.filesusr.com/ugd/03661a_c33000af46be413c8a77b841e05df5fe.pdf